O objetivo é ampliar o horizonte reflexivo dos participantes, permitindo um exame mais completo dos conflitos submetidos ao Estado-juiz e contribuindo para renovar o pensamento e a prática jurídicos.

Estimular a reflexão no exercício da atividade jurisdicional, com vistas ao desenvolvimento do pensamento crítico em relação à aplicação e efetivação

O objetivo geral do curso é contribuir para o aperfeiçoamento técnico-jurídico do Magistrado quanto aos temas destacados, visando sua reciclagem e sua atualização, itens que contribuirão para uma maior capacidade sua de decidir os casos concretos que estão sob sua responsabilidade. Por outro lado, tal proceder fortifica o Poder Judiciário que tem ampliada sua legitimidade por conta da vontade da própria sociedade brasileira. Ainda, com o curso, o Magistrado estará apto a enfrentar situações mais complexas do seu cotidiano que nem sempre são por ele observáveis.

O curso tem como objetivo fazer convergir o atendimento às necessidade individuais de cuidado, um arsenal tecnológico em permanente evolução, frente a um rol de coberturas que precisam constante atualização, tudo isso com custos que a sociedade possa pagar, sem que a grande maioria dos partícipes tenham que recorrer do Poder Judiciário para efetivação dos seus direitos. Mas essa é hoje uma triste realidade. Nesse contexto, revela-se necessário tratar do estudo de determinados temas que contribuirão para o aperfeiçoamento da atividade jurisdicional, dos demais operadores do direito e profissionais que atuam na área da saúde. 

Solidificar uma integração humanista da atividade jurídica com uma visão psicológica.

Pensar a relação processual para além dos tipos abstratos, situados em cada um dos vértices da tríade autor-réu-magistrado, trazendo-a para a concretude do território humano.

Preparação dos magistrados para a resolução de conflitos surgidos pelo tráfico e uso de drogas.

Preparação dos magistrados para a resolução de conflitos surgidos a partir da preparação e da realização da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Aperfeiçoar os magistrados, tornando-os aptos em assuntos específicos nas seguintes áreas:

          - Direito Internacional Privado;

          - Direito Público;

          - Direito do Consumidor (incluindo-se o Estatuto do Torcedor);

          - Lei geral da Copa;

          - Direito Empresarial;

          - Direito Penal e Procesual penal;

          - Direito Processual Civil;

          - Direito da Infância de Juventude (ECA).

O curso tem como objetivo atualizar os conhecimentos dos participantes acerca de questões importantes da área do Direito do Consumidor, bem como de matérias que guardam relação com esse ramo do direito.